TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Nelson Sargento comemora 96 anos com homenagem na janela de casa - Editoriais - Band News FM

Cultura

Texto:
+
-

Nelson Sargento comemora 96 anos com homenagem na janela de casa

O espetáculo, que terá diversas participações especiais, vai contar com transmissão ao vivo pela internet

Por Ryan Lobo, às 16:00 - 24/07/2020

00:00 / 00:00

Nelson Sargento completa 96 anos neste sábado (25) (Foto: Reprodução/TV Brasil)

Não há quem não saiba quem é Nelson Sargento. Cantor, compositor, artista plástico, ator, escritor e, acima de tudo, apaixonado pela Estação Primeira de Mangueira. Presidente de honra da escola, carioca, torcedor ilustre do Vasco da Gama, Sargento completa 96 anos neste sábado (25). Se fosse em outros tempos, a feijoada com muito samba na quadra da verde e rosa seria uma realidade.

Como forma de homenagem, o grupo Saracutiando, formado por funcionários da Comlurb e do Corpo de Bombeiros vai realizar um show embaixo da janela de Nelson Sargento, às 16h deste sábado (25). O espetáculo será transmitido ao vivo pelo Facebook e vai contar com as participações de Alcione, Mar'tnália, Xande de Pilares, Regina Casé, Tia Surica e Monarco.

Para o historiador e jornalista Sérgio de Oliveira Cabral, o dia do aniversário de Nelson Sargento deveria ser decretado feriado nacional.

Dono de sucessos como "primavera", "agoniza, mas não morre", "falso amor sincero" e "sinfonia imortal", Nelson Sargento começou a carreira musical ainda na adolescência. Em 1960, integrou o conjunto A Voz do Morro, ao lado de Paulinho da Viola, Zé Kéti, Elton Medeiros, Jair do Cavaquinho, José da Cruz e Anescarzinho. Entre os parceiros de composição musical estão Cartola, Carlos Cachaça, Darcy da Mangueira, João de Aquino, Pedro Amorim, Daniel Gonzaga e Rô Fonseca. O ícone da música popular brasileira escreveu ainda os livros "Prisioneiro do Mundo" e "Um certo Geraldo Pereira".

Independentemente da idade, Nelson Sargento ainda inspira e vive para o samba.

A trajetória de Nelson Sargento na música, na literatura e nas artes é suficiente para vários carnavais. Do morro da Mangueira para o mundo: Nelson Sargento!

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

 

NEWSLETTER
OU