TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
PM preso após matar mulher em universidade de Valença pode ser expulso da corporação - Editoriais - Band News FM

Violência

Texto:
+
-

PM preso após matar mulher em universidade de Valença pode ser expulso da corporação

Ele foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio qualificado por motivo fútil

Por Gustavo Sleman, às 20:33 - 27/11/2020 | Atualizado às 20:43 - 27/11/2020

00:00 / 00:00

Jovem ficou sob mira da arma do acusado dentro de um carro por cerca de duras e meia. (Foto: Ouvinte BandNews FM )

Pode ser expulso da corporação o policial militar que matou uma mulher em uma universidade de Valença, no Sul Fluminense. Janitom Celso Amorim foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio qualificado por motivo fútil.

O PM, lotado no batalhão de Resende, manteve Mayara Pereira de Oliveira como refém por cerca de duas horas e meia nesta sexta-feira (27). A aluna de pós-graduação foi baleada no rosto. A jovem chegou ser levada com vida para um hospital da região, mas, não resistiu aos ferimentos. 

Segundo informações de estudantes, o casal discutiu após o homem não aceitar o fim do relacionamento. Em depoimento, o acusado não revelou a motivação do crime.

Ao notarem a briga, seguranças da faculdade resolveram chamar a Polícia Militar. A região chegou ser isolada e o Batalhão de Operações Especiais também foi acionado.

De acordo com o delegado Carlos César Santos, responsável pelas investigações, antes mesmo da chegada de negociadores e parentes, o criminoso disparou contra a vítima.

Procurada, a Polícia Militar informou que o pê eme Janitom Celso Amorim vai responder pelo crime na esfera civil e militar, além de passar por um Processo Administrativo Disciplinar. A Polícia Civil comunicou que perícia já foi realizada no carro da vítima e a arma do acusado foi apreendida.

A Fundação Educacional Dom André Arcoverde suspendeu as atividades até a próxima segunda-feira (30).

NEWSLETTER
OU