TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Com inflação maior, contrato de aluguel poderá sofrer reajuste - Editoriais - Band News FM

Economia

Texto:
+
-

Com inflação maior, contrato de aluguel poderá sofrer reajuste

Com a nova aceleração, o IGP-M acumula alta de 21,97% no ano e de 24,52% em 12 meses

Por Agatha Meirelles, às 16:43 - 27/11/2020 | Atualizado às 16:54 - 27/11/2020

00:00 / 00:00

Além das commodities, o índice também sofreu influência por conta do aumento do dólar (Foto: Reprodução/Pixabay)

Pressionada pelo aumento dos preços de commodities agropecuárias, a inflação calculada pelo Índice Geral de Preços do Mercado avança e fica em 3,28% no mês de novembro, após ter registrado 3,23% em outubro.

A informação é da Fundação Getulio Vargas. A nova aceleração, mesmo que leve, traz reflexos e faz com que o IGP-M acumule alta de 21,97% no ano.

O indicador é utilizado, por exemplo, como referência para a correção de valores de contratos de aluguel de imóveis. Como essa é a maior alta em 17 anos, na prática, isso implica na correção de um aluguel no valor R$ 2 mil para R$ 2.418,60 neste mês de novembro.

O superintendente da Apsa, Leonardo Schnieder, explica que, mesmo com a crise causada pela pandemia, o reajuste está previsto em contrato, mas não impede que inquilinos e proprietários negociem.

A psicóloga Pâmella Oliveira mora de aluguel há dois anos, mas mostra incerteza em permanecer no imóvel, caso o valor seja reajustado.

Além das commodities, o índice também sofreu influência por conta do aumento do dólar.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio

NEWSLETTER
OU