TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Levantamento traz números sobre mortes por violência contra crianças e adolescentes no Brasil - Editoriais - Band News FM

Violência

Texto:
+
-

Levantamento traz números sobre mortes por violência contra crianças e adolescentes no Brasil

Cerca de 35 mil crianças e adolescentes foram vítimas, entre 2017 e 2020

Por Francini Augusto, às 12:08 - 22/10/2021

00:00 / 00:00

Quase 180 mil meninas e meninos sofreram violência sexual (Foto: Victoria Borodinova/Pixabay)

A maioria das vítimas de mortes violentas no Brasil é adolescente. A média é de 7 mil casos por ano. Cerca de 35 mil crianças e adolescentes foram mortos, entre 2017 e 2020. Além disso, no mesmo período, quase 180 mil meninas e meninos sofreram violência sexual. Os dados são de um levantamento inédito elaborado pelo UNICEF e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Segundo a pesquisa, as mortes violentas têm alvo específico: mais de 90% das vítimas são meninos, e 80% são negros. Foi o caso de João Pedro Matos, de 14 anos. No ano passado, o adolescente foi morto durante uma operação policial no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. Ele brincava com amigos dentro de casa.  A mãe dele, Rafaela Matos, convive com a dor ao lado da família.

No total de crianças de até 9 anos mortas de forma violenta, 56% eram negras; 33% das vítimas eram meninas; 40% morreram dentro de casa; 46% das mortes ocorreram pelo uso de arma de fogo; e 28% pelo uso de armas brancas ou por "agressão física".

No ano passado, em 24 estados houve um total de 787 mortes de crianças e adolescentes de 10 a 19 anos identificadas como decorrentes de intervenção policial. O número representa 15% do total das mortes violentas intencionais nessa faixa etária, e indica uma média de mais de duas mortes por dia no País.

A diretora executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Samira Bueno, acredita que o número seja ainda subnotificado.

A representante do UNICEF no Brasil, Florence Bauer, afirma que o estudo mostra o quão toxico está o ambiente destas vítimas no Brasil.

Na análise dos crimes sexuais, quase 80% das vítimas desta violência são meninas. 13 anos é a idade mais frequente nas ocorrências.

Entre 2017 e 2020 foram registrados quase 180 mil casos de estupro ou estupro de vulnerável com vítimas de até 19 anos - uma média de quase 45 mil casos por ano. Crianças de até 10 anos representam 62 mil das vítimas. Segundo o estudo, o crime ocorre quase sempre por um agressor próximo.

No ano passado houve uma queda no número de registros de violência sexual no período inicial de isolamento devido a pandemia. A retração, de acordo com o levantamento, provavelmente representa um aumento da subnotificação, e não de fato uma redução nas ocorrências.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU